Videos de Coleiros

Loading...

terça-feira, 10 de agosto de 2010

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

Fotos - Campeada Sitio do Beto

Segue abaixo fotos da campeada como nossos coegas de João Pessoa (Rinaldo, Andrem Mofeia e Rodrigo) e Mamanguape (Dinho, Beto), onde podemos aproveitar do nossos maior prazer em uma paisagem maravilhosa e provar da melhor galinha capoeira.


domingo, 14 de fevereiro de 2010

Fotos - Torneio Coleiros em João Pessoa

Fotos do Torneio de Coleiros Paraiba de Fibra em Novembro de 2009



Fotos do Criatorio PH - João Pessoa

Fotos do Criatorio Amadorista PH do nosso amigo Rinaldo no Bairro dos Novais em João Pessoa/PB que se destaca na criação de Coleiros nessa cidade e que tambem tem uma empresa de confeçoes de estacas e diversos acessorios para criação de aves.

  

Fotos Criatorio - Parte 3








Fotos Criatorio - Parte 2





























quinta-feira, 26 de novembro de 2009

Coleiro Baiano



Identificação: o gênero Sporophila compreende mais de 25 espécies em nosso país. Estas espécies são conhecidas popularmente como “papa-capins”. As fêmeas da maioria destas espécies são pardas e praticamente impossíveis de serem distinguidas. Já os machos apresentam padrões de coloração mais típicos. O coleiro-baiano se diferencia de todas as outras espécies do gênero pela região negra que vai desde o peito até a face e pelas partes superiores marrom escuras. Só a região da barriga é clara.
De hábitos muito semelhantes aos dos outros papa-capins (ver Sporophila lineola e S. caerulescens neste site), com os quais chega a formar bandos mistos fora da época reprodutiva, o coleiro-baiano, também é chamado de coleirinho-macaco ou papa-capim-de-peito-preto. O nome “baiano” não é muito apropriado, já que esta espécie se distribui pela maior parte dos estados brasileiros e até mesmo outros países, não só na Bahia como o nome indica. Por outro lado é fato que esta espécie é muito comum na Bahia e nos estados fronteiriços.
Não costuma chegar tão perto de áreas urbanas quanto o coleirinho ou o bigodinho, mas pode ser comum em fazendas.
Não é o papa-capim mais popular quando o assunto é criação de aves em cativeiro, mas há criadores que apreciam muito esta espécie.
Seu canto lembra o do coleirinho, porém é menos melodioso.
Na época da reprodução o casal se isola do grupo. O ninho é uma tigela rasa feita de gramíneas. A fêmea põe dois ou três ovos.
fonte(texto)(site):GIAU